Para entender o que se passa no movimento estudantil da Univali

DO FACEBOOK DO IAGO RAUX

DCE UNIVALI – O INICIO, O MEIO E O FIM – O GOLPE DA SITUAÇÃO!
Um aspecto geral do Processo eleitoral de 2012.

O Inicio

DCE a instituição que representa os estudantes, os milhares de estudantes da UNIVALI – Itajaí. O DCE é a entidade para trazer a luta questões de interesses dos acadêmicos, como regularização das universidades comunitárias, tarifa de ônibus, abuso dos custos quanto ao estudo, entre outras coisas. Podemos dizer que o DCE é o parlamento dos estudantes, é a arma legitima para a luta acadêmica sobre as questões educacionais.
O DCE realiza suas atividades por sua diretoria que é composta por 7 membros, estes devidamente matriculados em seus cursos e escolhidos por meio de eleição, seguindo nosso principio de Estado Democrático de Direito.
Está eleição é realizada conforme normatiza o estatuto do próprio DCE. O estatuto normatiza que seja feita uma reunião com a CRB (Conselho dos Representante de Base) que são os Diretores dos Diretórios Acadêmicos e Centros Acadêmicos de cada curso, para estes escolherem a comissão eleitoral que ira dar prosseguimento a todos os atos da eleição.
Certo, acima mencionei tudo que DEVERIA SER FEITO, porque na prática não é, considera-se a atual situação do DCE:
• O DCE está a mais de 4 anos sem uma grande ação estudantil, sem uma grande bandeira de luta, sem uma manifestação, um requerimento, uma solicitação a reitoria ou qualquer outro órgão, e nesses mais de 4 anos é o mesmo pessoal que está na diretoria;
• Hoje o DCE é visto (o que é verdade) como amigos da reitoria, parceiros, a situação preferiu se juntar a Universidade, e não aos acadêmicos, que é algo extremamente surreal;
• A comissão eleitoral eleita para comandar o processo eleitoral é praticamente de amigos da situação, quer dizer, parcial quanto à escolha de seus atos, e foi propositalmente feita pra isso, a situação sempre usou deste meio;
• Vários Cursos, vários acadêmicos, NÃO FORAM AVISADOS DAS REUNIÃOS DA CRB E NEM DA ELEIÇÃO, falta de divulgação, rádio, panfletos, TV, internet, e-mails, redes sócias, nada, simplesmente nada. Um grande atentado a democracia.
• Há 4 anos o golpe é feito pela situação, ferindo princípios importantes da Democracia ampla, da Publicidade dos atos, e da Legalidade do processo, ferindo até mesmo nossa Constituição Federal!

O Meio

Este ano, a eleição que define a diretoria que representara no biênio 2012/2013, novamente teve falta de ética, moral, e dos princípios básicos como democracia, divulgação ampla, e legalidade dos atos. Os acadêmicos não foram avisados quanto ao pleito, alguns até foram, mas já com datas vencidas quanto aos prazos, não foi feita nenhuma grande divulgação, por quê? Porque não fizeram vários cartazes? Porque não encaminharam e-mails? Porque não divulgaram na mídia local, jornal, TV, rádio? E nas redes sociais? Porque não interessa para esse pessoal (situação) que os estudantes participem do processo, porque assim, se forma uma chapa única, escolhe sua, sim, sua comissão eleitoral, e realizam os atos que bem entenderem. Vergonha, prejudicam o movimento estudantil da maior universidade privada de Santa Catarina. A chapa única, da situação, não faz campanha, não apresenta projetos, não se mostra aos acadêmicos, eles devem pensar, para que né? Já está ganho mesmo, vamos dar nosso jeitinho como sempre. Mas a oposição está ali, firme, pressionando o processo, foram pedidas inúmeras vezes os documentos referentes à eleição, mas nada, nem responde, ignoram, na verdade ignorar é o que eles mais fazem, ignoram os estudantes, ignoram o estatuto do DCE, ignoram a legalidade do processo, ignoram nossa Constituição Federal. Mas a oposição não se rende, vai a universidade e protesta, e sabe o que eles fazem? Traz a Torcida organizada do Marcílio Dias, a Fúria Marcilista, que estão ali para ameaçar, coagir a oposição, a situação usa da covardia para defender seu golpe sujo em mais um ano. A contagem dos votos em sala fechada, sem ninguém ver, havendo a possibilidade de tudo, as urnas de papelão sem nenhum lacre de segurança, a situação mais uma vez engana os acadêmicos, o grupinho de amigos das festas e baladas novamente sujam o DCE, nada contra quem gosta de festejar, só de quem usa a INSTITUIÇÃO DE REPRESENTAÇÃO ESTUDANTIL PARA ESSE FIM!

O Fim

E o fim, o fim já sabemos, novamente a desmoralização do DCE, novamente os acadêmicos ficam sem representantes a altura, e a reitoria ganha com isso, ninguém bate o pé, ninguém reclama, o DCE com sua diretoria é omisso, despreocupado, ironizam dos interesses dos acadêmicos, e tudo que vemos aqui, em nossa própria universidade, que da nojo, repúdio, tristeza, amanhã depois reflete em nossas câmaras de vereadores, assembleias legislativas, no Congresso Nacional, e ai, a sociedade em geral que perde.

Iago Raux.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s