Moradores da Ressacada não querem mais prédios

Leia o que publica o Diarinho de hoje,sobre a preocupação dos moradores do bairro Ressacada, com a possibilidade de o bairro sofrer especulação imobiliária desenfreada.

O que mais chama a atenção,é que os moradores não acreditam, não confiam no governo Jandir Bellini, daí a ação preventiva, com manifestações contrárias a construção de prédios altos.

 

CONTRA PRÉDIOS

Turma da Ressacada abre berreiro hoje

26/03/2011 – 00:00 – Atualizado em 26/03/2011 – 05:35

A comunidade da Ressacada, em Itajaí, estará reunida hoje, a partir das 9h, pra uma manifestação contra a construção de espigões no bairro. Munidos de faixas e cartazes, os moradores prometem deixar a sede do CTG Amigos da Tradição, na rua Abílio do Canto, e devem caminhar pelas ruas pra protestar. O destino é a rótula da Contorno Sul. Além dos moradores, todos os simpatizantes da causa também tão convocados pelos birracentos.
Marília Soares é uma das organizadoras da manifestação. Apesar de não ser moradora da Ressacada, a guria tá cabreira com a possibilidade de serem construídos mais prédios altos no bairro. “Aquela área não deveria abrigar prédios. Isso trará prejuízos ao meio ambiente da Ressacada”, alerta Marília.
O biólogo Marcelo Soares, que é morador da Ressacada desde outubro do ano passado, diz que a manifestação surgiu de uma preocupação por parte da associação de Moradores do bairro. O pessoal teme a construção em série de espigões na região do Jardim das Mansões, onde tem maior concentração de áreas verdes.
Marcelo acha que o fluxo maior de pessoas vai prejudicar o trânsito e o meio ambiente no entorno. Pro biólogo, é impossível estabelecer valores semelhantes aos praticados nos bairros São Judas e Dom Bosco. “Queremos valores específicos para a Ressacada, principalmente por causa das características naturais do bairro”, justificou Soares.
A atual lei de zoneamento, que data de 1989, não estipula valores máximos pra altura dos edifícios na Ressacada. O pedido da comunidade é por padrões de dois pisos pra região do Jardim das Mansões e, no máximo, quatro pavimentos pras outras áreas do bairro. “Nas ruas José Siqueira e Abílio do Canto já existem prédios de 12, 13 andares”, siqueixou Marcelo.
Zoneamentos serão diferentes
O secretário de Urbanismo de Itajaí, Paulo Praun Cunha Neto, afirma que, ao contrário do que pensam os moradores, não tem nenhuma proposta de zoneamento igual pros bairros São Judas, Ressacada e Dom Bosco, que tiveram as discussões sobre as mudanças na lei na mesma reunião, em 1º de março.
Conforme o abobrão(FUNCIONÁRIO PÚBLICO COM CARGO DE CHEFIA, CARGO COMISSIONADO – ), o plano diretor do município dinstingue todas as regiões. “É até bem provável que na Ressacada tenhamos um zoneamento diferenciado”, disse Praun.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s