Ministério Público pede explicações a Jandir Belline

DO DIARINHO

 

BAFÃO

Ministério Público investiga aluguel de creches fantasmas em Itajaí

08/02/2011

Contratos de locação tão na mira da promotoria da moralidade administrativa, mas bagrão garante que tá tudo certo

O Ministério Público pediu que a prefa(PREFEITURA – Edifício em que se localizam os gabinetes e demais dependências da administração municipal. Função de prefeito. Tempo de duração da função de prefeito. Subdivisão do Império romano administrada por um prefeito.) de Itajaí apresente um relatório detalhado sobre os imóveis alugados pelo município. A promotoria da moralidade administrativa desconfia que teriam sido alugadas casinhas pro funcionamento de creches jamais instaladas na city(CIDADE – Designação das povoações de maior amplitude e importância. Conjunto dos habitantes da cidade. A parte central ou o centro comercial de uma cidade.). O procurador chefe do paço da Vila Operária, Rogério Nassif Ribas, confirmou o pedido do MP, mas garante que não há qualquer irregularidade. “Foi só um pedido. A prefeitura encaminhou cópias de todos os contratos de locação feitos. Se houvesse algo irregular, teria sido constatado antes. Não seria necessário ir tão longe”, acredita.
Em dezembro do ano passado, o DIARINHO levantou a questão e já havia apurado que a prefa(PREFEITURA – Edifício em que se localizam os gabinetes e demais dependências da administração municipal. Função de prefeito. Tempo de duração da função de prefeito. Subdivisão do Império romano administrada por um prefeito.) gasta mais de R$ 2,7 milhões em aluguéis por ano. São R$ 225 mil ao mês, pra bancar 102 imóveis.
Na ocasião, o vereador Luiz Carlos Pissetti (DEM) já havia cantado a bola pra questão das casas alugadas pela prefa(PREFEITURA – Edifício em que se localizam os gabinetes e demais dependências da administração municipal. Função de prefeito. Tempo de duração da função de prefeito. Subdivisão do Império romano administrada por um prefeito.) que não tiveram destinação. O presidente da casa do povo e dublê de ursinho pimpão alerta ainda pra pagamentos de aluguéis com preços pela hora da morte. “Temos muitas escolas e creches instaladas em casas alugadas. Muitas são pagas além da questão de mercado”, lascou o parlamentar, que dedura a sacanagem: “Foram feitos alguns contratos de locação, e não foi instalado nada naqueles locais”, afirma.

Dindim(DINHEIRO – Moeda romana. Nome de várias moedas de diferentes nações antigas e modernas. Qualquer espécie de moeda, numerário, soma ou quantia. A moeda corrente.) no lixo
O observatório Social de Itajaí constatou que a prefa(PREFEITURA – Edifício em que se localizam os gabinetes e demais dependências da administração municipal. Função de prefeito. Tempo de duração da função de prefeito. Subdivisão do Império romano administrada por um prefeito.) pagava, sim, alugueis de casinhas pra acomodar creches que nem funcionavam. O coordenador do centro, professor Jonas Tadeu Nunes, diz que foram mapeadas todas as locações do município. Entre março e novembro do ano passado, segundo ele, duas baias que foram alugadas pra abrigar creches, uma no bairro São Vicente, na rua Pedro Kleis Junior, 262, prédio onde já funcionou o serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), e outra na Fazenda, na rua Antonio Caetano, 160, tiveram alugueis pagos pela prefeitura e tavam abandonadas. “Ambas tiveram seus contratos de aluguel celebrados em março. Fizemos o alerta, e só então, em novembro, a prefeitura anunciou que começaria as reformas no da Fazenda”, revelou o fessor Jonas.
Ainda segundo ele, o contrato de aluguel da casinha localizada no São Viça(SÃO VICENTE – Bairro São Vicente localizado na cidade de Itajaí.) foi cancelado apenas em novembro. “Mas eu e você pagamos pelos oito meses do aluguel do imóvel desocupado”, lasca Jonas, que avalia em mais de R$ 8 mil o valor pago pela prefa(PREFEITURA – Edifício em que se localizam os gabinetes e demais dependências da administração municipal. Função de prefeito. Tempo de duração da função de prefeito. Subdivisão do Império romano administrada por um prefeito.) por cada um dos dois alugueis das baias onde deveriam funcionar as creches durante esse período.
O DIARINHO procurou o secretário de Educação, José Roberto Provesi, pra confirmar a informação, mas o dotô(DELEGADO – ) não foi localizado até o fechamento da matéria. Foram procurados ainda o chefe de gabinete do prefeito Jandir Bellini, professor Edison D’Ávilla, e o próprio prefeito, mas nenhum dos abobrões foi localizado até o fechamento desta edição.
 

Enquanto nós pagamos o aluguel desses imóveis desocupados, onde deveriam estar funcionando creches para as crianças dos filhos dos trabalhadores e das trabalhadoras de Itajaí, vejam o que acontece de fato, segundo uma leitora do Diarinho, cujo reclamo foi publicano na na sessão VOZ DO POVO:

VERGONHA
Creche

Meu filho Davi está a um ano esperando nesta fila unica….e desde que eu o matriculei está no mesmo numero ..que fila eh essa que não sai do lugar, sendo que no ano passado foram abertas varias creches! Isso eh um discaso pois alem de tudo tem mta mãe que não trabalha e coloca seus filhos, pra ficar sem fazer nd. Agora uma mãe que trabalha e precisa de vaga numa creche não consegue tudo por causa que não tem um QI lá dentro, pq eu tenho certeza que se tivesse conhecidos dentro da secretaria da euducação conseguiria uma vaga tranquilamente….sem precisa afundar o caminho. Daniela.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Ministério Público pede explicações a Jandir Belline

  1. Por que somente os professores de língua portuguesa em caráter temporário, não foram convocados para a escolha de vaga na RedeMunicipal de Ensino de Itajaí? Em 2011 muitas escolas ficaram sem professores de língua portuguesa. A taxa de inscrição para participar do concurso act foi de R$ 70,00. A explicação deles é que no momento todas estas vagas estão ocupadas, então, para que fazer concurso para selecionar professores dessa áre? Quando se faz um concurso é porque há vagas em abertos. Isso é trapassa!

  2. Concordo com vc…sou funcionária h[á 15 a nos da prefeitura de Itajaí e estou aguardando uma vaga para minha filha desde janeiro de 2011 sou funcionária de uma creche cuido do filho dos outros e não tenho quem cuide da minha…quer absurdo maior…..Denise

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s